Logomarca Heliar

A Melhor Bateria Do Brazil

para garantir partidas eficientes e imediatas, heliar recomenda inspeção periódica da bateria

Objetivo é criar o hábito de fazer inspeções periódicas na bateria, como são conferidos o nível de óleo, a pressão dos pneus e a água do radiador

Projetada para garantir partida imediata do motor, fazer funcionar todo o conjunto de dispositivos elétricos e eletrônicos e, por ser um item de desgaste do veículo, a bateria precisa de inspeção periódica. A recomendação é de Marcos Randazzo, engenheiro de aplicações da Heliar, para que os consumidores incluam a bateria nas atenções que normalmente dedicam ao nível de óleo do motor, à pressão dos pneus e, nos carros flex ou a etanol, ao reservatório do sistema de partida a frio.

Randazzo explica que uma verificação a cada três meses, principalmente após o primeiro ano de uso, evitará aborrecimentos. Recomenda ser necessário tomar cuidados para que a bateria tenha durabilidade e bom funcionamento e, quando precisar ser substituída, que o proprietário do veículo deve optar por um modelo que tenha a mesma capacidade de armazenamento de energia do produto original e evitar produto com características elétricas inferiores ao especificado no manual do proprietário.

"Como qualquer componente, as baterias disponíveis no mercado têm diferentes níveis de qualidade e de especificações técnicas que precisam ser conferidas antes da compra", salienta Randazzo. A escolha incorreta poderá comprometer o funcionamento dos diferentes sistemas do veículo, provocar partida ineficiente e reduzir a durabilidade da bateria.

Cuidados

Para garantir maior durabilidade da bateria e partidas eficientes, Randazzo faz as seguintes recomendações:

  • A principal função da bateria é a partida e, por isso, quando o motor do veículo estiver desligado, deve-se evitar o uso prolongado do sistema de som, faróis acesos ou lâmpadas ligadas em seu interior. Também é importante, ao instalar dispositivos de segurança (alarmes e rastreadores), que sejam de boa procedência. Esses equipamentos exigem muita energia elétrica da bateria, descarregando-a rapidamente.
  • Verificar os terminais dos cabos ligados aos polos da bateria, que devem estar bem conectados, limpos e sem a utilização de graxa.
  • Não deixar a bateria solta ou mal fixada em seu compartimento, para evitar desgaste das placas por causa da perda do material ativo, que armazena energia.
  • Proprietários que utilizam o carro em curtos trechos (menor que 10 minutos) devem realizar inspeção em períodos mais curtos e, se for preciso, submeter a bateria a uma carga lenta para reposição da energia despendida. Isso porque o funcionamento do motor em trechos tão pequenos não repõe a energia consumida no momento da partida. Como a reposição exige o funcionamento do motor por um tempo maior, o uso frequente do veículo em curtos períodos contribuirá para a descarga total da energia da bateria.
  • Outro cuidado importante é comparar o potencial de corrente de partida da bateria entre os produtos disponíveis, indicado pelas siglas CA e CCA no rótulo. É aconselhável optar por potencial igual ou superior ao impresso no modelo original. Se o veículo for equipado com muitos dispositivos eletroeletrônicos, como som, alarme, vidros elétricos, GPS, ar-condicionado e outros sistemas, é aconselhável recorrer à ajuda de profissionais especializados.

Preservação ambiental

Outra recomendação é sobre a preocupação ambiental. Ao substituir uma bateria esgotada, o consumidor deve entregá-la à loja em que adquirir um novo produto, para que seja encaminhada ao processo de reciclagem mantido pela Johnson Controls, fabricante das baterias da marca Heliar.

Randazzo explica que, com esse procedimento, o consumidor não enfrentará problemas, especialmente com capacidade de armazenamento de energia, potencial de partida e durabilidade do produto

QUAL É A SUA BATERIA

ONDE COMPRAR

Encontre uma loja